A Plataforma Científica Pasteur-USP é fruto de um acordo tripartite  entre o Instituto Pasteur, a Universidade de São Paulo (USP) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), firmado em junho de 2015. Trata-se de um acordo de cooperação científica, tecnológica e educacional pelo qual as três instituições se comprometeram a atuar de forma conjunta e integrada com vistas à implantação de um Instituto Pasteur no Brasil (IPB) e sua integração à Rede Pasteur.


Para tanto, foi criado um Comitê de Coordenação, com representantes das três instituições parceiras, com a incumbência de criar um plano de ação, bem como a estratégia científica do IPB. Em 31 de agosto de 2016, a estratégia científica foi aprovada e, em 4 de julho de 2019, foi inaugurada a Plataforma Científica Pasteur-USP, dentro da Cidade Universitária da USP, na capital paulista (Veja aqui o acordo dessa cooperação). 

No Brasil, o IPB terá dupla localização. Portanto, mais uma unidade será criada, desta vez atrelada à Fiocruz.